O AUTOR

João Dias Martins é um autor de histórias que deambulam entre o policial, o terror e o fantástico, sempre com alguma dose de humor. Nasceu em Junho de 1972 (ou Julho de 1971, ou ainda Outubro de 1972, depende da fonte consultada) no Norte de Portugal. Após a morte dos pais num acidente de viação, viu-se obrigado a interromper a frequência universitária para poder tomar conta do irmão mais novo. Alguns anos mais tarde, o irmão morre atropelado por um comboio. É nessa altura que João decide partir para Lisboa em busca de uma nova vida e acaba por encontrar na escrita uma forma de exorcizar os demónios que tanto o atormentam.

Os seus três primeiros romances (MORTE INESPERADA, CÂMARA DOS HORRORES e O DERRADEIRO MAL) são recebidos com boas críticas, embora nenhum deles tenha sido um sucesso de vendas. Quando começa a escrever o seu quarto romance, João Dias Martins apercebe-se de que a sua história está a influenciar o mundo à sua volta e hesita em continuar. A sua hesitação, apesar das consequências, não dura muito tempo. João Dias Martins deixa-se seduzir pelo poder de manipular a realidade e acaba por ser detido e condenado por vários crimes de homicídio.

Tada! Não estavam à espera desta, pois não? Fiquem descansados, pois nada disto aconteceu mesmo. Na verdade, João Dias Martins é uma personagem de ficção, criada pelo autor Joel G. Gomes para o seu primeiro romance (Um Cappuccino Vermelho), que acabou por ganhar uma importância tão grande que o seu criador resolveu inventar um passado literário (onde se incluem estes três romances), assinar algumas histórias em seu nome, criar-lhe um blog pessoal, contas em redes sociais, etc. A única coisa que falta fazer é escrever de facto estes três romances. Enquanto isso não acontece, existem histórias reais de João Dias Martins que podem ser adquiridas e lidas por quem quiser ─ basta clicar nas capas abaixo para mais informações. Quanto às outras três histórias: há um rascunho quase completo de MORTE INESPERADA; as outras duas virão eventualmente.

Iguaria (JDM-C) - Capa1Iguaria (JDM-C) - Capa2 O Acto de Passar a Ferro (JDM-C) - Capa2 O Acto de Passar a Ferro (JDM-C) - Capa1 A Fonte (JDM-C) - Capa Querido, estás morto (JDM-C) - Capa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acrescente-se que a palavra eventualmente deve ser lida no seu sentido mais lato. Apesar de querer escrever estas três (e outras) histórias, neste momento João Dias Martins está dedicado sobretudo ao desenvolvimento de um projecto ─ uma série literária intitulada INTERSECÇÕES que decorre no mesmo universo literário de Um Cappuccino Vermelho e outras histórias, não só de Joel G. Gomes, mas também de Ricardo Neves. Para saber mais sobre este projecto, clique na imagem abaixo, subscreva este blog ou siga João Dias Martins no Facebook, no tumblr ou no twitter.

(Olá, daqui fala Joel G. Gomes, o criador de João Dias Martins. Peço desculpa pelo engano de há pouco, mas foi com a melhor das intenções. Espero que as histórias que já escrevi (e as que virei a escrever) pela mão deste personagem compensem esse dano moral.)

int1

 

Para ficar a par dos meus projectos, não se esqueça de deixar o seu e-mail.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s